Logo Coringa: A Piada Mortal Ícone

Coringa: A Piada Mortal

Grátis
1.17 MB
Funciona em: Windows
8/8.1/10
Atualizado em : 04/10/2019 Marvel Comics
Baixar Grátis Download Seguro
Verificado com Antivírus

O que estão falando…

Já usou? Avalie! +0 Avaliações - Seja o primeiro a avaliar o produto!

Descrição

Alana Schmidt
Como uma escolha errada, pode levar um comediante à loucura? Leia a HQ

Coringa: A Piada Mortal - Imagem 1 do software

Batman: A Piada Mortal (Batman: The Killing Joke), é considerada uma das Graphic Novels mais icônicas da história dos quadrinhos. Escrita por Alan Moore — criador de Watchmen e V de Vingança, e com desenhos de Brian Bolland (Camelot 3000), a HQ foi publicada originalmente pela DC Comics em 1988 e aborda a história do surgimento do super-vilão do Batman, Coringa. De como ele, antes um marido, futuro pai, sofrendo com a pressão de ter que sustentar sua família, e com o trauma de ser considerado um comediante ruim, acabou tomando uma decisão errada, entrando para o mundo do crime. Uma decisão que mudou de vez o rumo da sua vida e que após um acidente que o deixou desfigurado, acabou o levando à loucura.

A história de A Piada Mortal, traz um embate entre Batman e Coringa, mas um embate com uma abordagem diferente, focada no campo psicológico dos dois personagens. Coringa escapa da prisão, atira em Barbara Gordon, então Batgirl e filha do Comissário Gordon, deixando-a paraplégica. Coringa sequestra o Comissário e o leva até um parque de diversões abandonado, onde ele preparou uma “atração” recheada de bizarrices — incluindo fotos de Barbara Gordon baleada e nua — com o objetivo de tentar levar o Comissário Gordon à loucura, mas, lógico, Batman acaba entrando em ação para enfrentar o seu icônico vilão.

Nossa Opinião sobre o Coringa: A Piada Mortal

A HQ apresenta uma impactante — e até então diferente — visão sobre a história do vilão mais famoso do Batman, o Coringa. Pouco se sabia sobre o passado do vilão, e Alan Moore soube muito bem construir a base da mitologia do personagem. A história do comediante que se torna criminoso, é contada através de flashbacks e mostra como o Coringa culpa o Batman por tudo o que aconteceu de ruim em sua vida e de como a relação de ódio entre os dois personagens é intensa, mesmo que — como define Bruce Wayne — os dois não saibam praticamente nada um do outro.

Coringa é um vilão que sabe como agir e impactar diretamente no psicológico do seu oponente, quebrando-o e deixando-o mais suscetível a expor suas fraquezas. Tanto é que o próprio Batman, popularmente conhecido por não matar, começa a se questionar sobre a necessidade de ter que matar o Coringa, visto que toda vez que ele é preso, acaba conseguindo fugir e sendo novamente uma ameaça para a população.

E uma das coisas mais interessantes sobre Batman: A Piada Mortal, é seu desfecho ambíguo. Mesmo que para muitas pessoas, a conclusão seja clara, outras tantas, tem dúvidas sobre o que realmente acontece na página final da HQ. A maneira subjetiva dessa conclusão, também pode ser considerada como uma maneira onde o psicológico do próprio leitor, seja responsável pela decisão de qual final o vilão Coringa deva merecer.

Além de tudo isso, a HQ é lindamente ilustrada por Brian Bolland, que originalmente não foi o responsável por colorir a história – John Higgs (Watchmen) tinha sido o responsável e tinha deixado as ilustrações carregadas de cores extremamente saturadas. A versão de 2008, apresenta as cores feitas por Bolland, que traz bem menos cores e dá um ar mais soturno aos cenários apresentados.

Prós & Contras

Prós

  • Não encontramos pontos positivos.

Contras

  • Não encontramos pontos negativos.

Interesse ao longo do tempo

Compartilhe essa página

Avaliações sobre o Coringa: A Piada Mortal

  • {{comentario.nome}} {{comentario.data}}
    {{comentario.nota}}
    Nota {{comentario.notaExtenso}}!
    Editar Avaliação